Implementação

Atividades do Projeto

Identificação, descrição e resultados das atividades implementadas / em curso

Atividade 1 – Kickoff meeting

Descrição: Esta atividade visou dar início ao projeto, reunindo os parceiros e representantes das entidades envolvidas.


Resultados das atividades realizadas: A reunião ocorrida em julho de 2019 permitiu estabelecer contactos entre parceiros nacionais, a consultora científica do Reino Unido e o parceiro do país doador (RIKK) de modo a planear as atividades previstas no projeto.

Atividade 2 – Análise secundária de dados sobre Igualdade de Género no Ensino Superior

Descrição: Nesta atividade prevê-se a análise da base de dados da Agência de Avaliação e Acreditação de Ensino Superior (A3ES) e análise comparativa de estatísticas nacionais de Ensino Superior, números de EHS e estatísticas internacionais de ensino superior, nomeadamente das bases de dados disponibilizadas pela Direcção-Geral de Estatística da Educação e Ciência (DGEEC), pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), pelo Eurostat e pela publicação She Figures.

Resultados das atividades realizadas / em curso: Foram analisadas as estatísticas nacionais e internacionais e preparados diversos Outputs com resultados preliminares [Milestones 1a e 4]. O desenvolvimento da análise secundária, em particular, foi sendo discutido em reuniões com os parceiros nacionais e internacionais, tendo-se aprofundado a caracterização, por sexo, do universo de docentes e investigadores/as e a identificação de padrões de segregação horizontal e vertical na docência e investigação, tendo por base dados relativos a Portugal e a outros países europeus. Os dados recolhidos têm sido continuamente atualizados através do acompanhamento da divulgação de informação por parte de instituições oficiais, com particular destaque para a DGEEC. Relativamente às principais tendências e resultados encontrados até à data, em Portugal:

  • O número doutoramentos de mulheres supera o dos homens e há muitas mulheres em campos não tradicionais (por exemplo, STEMS). As duas áreas com as percentagens mais elevadas de mulheres são a Educação e a Saúde e Bem Estar, em contraste com as Tecnologias de Comunicação e Informação e Engenharia, Indústrias transformadoras e construção. Os dados portugueses estão acima das médias EU-28 (Fonte: She Figures, 2019);

  • Portugal tem o menor hiato de género na produção de publicações em relação aos comparadores (Elsevier, 2021) e é um dos países com uma maior proporção de mulheres na investigação (51,2%, Fonte: She Figures, 2019), mas que trabalham em condições precárias (11,4%, Fonte: She Figures, 2019);

  • Na Europa há uma crescente dependência em financiamento baseado em projetos de curta duração, que tem contribuído para desequilíbrios entre o número de doutorados e o número de posições de titularidade nos sistemas científicos públicos (Comissão Europeia, 2020). Portugal é um dos países com uma menor despesa per capita em investigação. Não obstante, os recursos humanos femininos aumentaram em todas as áreas de I&D (Eurostat, 2019);

  • Em Portugal, as mulheres representam menos de 30% das direções de instituições do sector do ensino superior (Eurostat, 2019). Na UE, a proporção de mulheres na posição A tende a ser mais baixa, em comparação com a dos homens. Portugal tem a hierarquia académica com a percentagem mais baixa de mulheres e homens na posição mais elevada da ascensão profissional;

  • Nos últimos 20 anos (DGEEC, 2020/2021), o emprego das mulheres no corpo docente aumentou, especialmente nas universidades públicas. O número de docentes no sector privado diminuiu principalmente entre os homens. Observam-se padrões assimétricos como: As mulheres representam 1/4 da posição mais elevada da carreira docente, contudo, estão sub-representadas nas posições de decisão no meio académico. Além disso, os politécnicos apresentam percentagens mais elevadas de mulheres no corpo docente e nos escalões mais elevados da carreira académica;

  • As mulheres permanecem em posição de desvantagem e sub-representadas nas Equipas de Coordenação de Programas (tanto como Presidentes como no seu conjunto) (A3Es, 2019);

  • Em 2019 (IPCTN) as mulheres representam metade da mão de obra afeta à I&D. O número de recursos humanos femininos aumentou em todas as áreas de I&D. As mulheres não são a maioria dos recursos humanos de I&D no sector do Ensino Superior apenas em duas áreas científicas (Ciências Naturais e Engenharia e Tecnologia);

  • Em 2018 (FCT), as mulheres tendem a estar sub-representadas na coordenação das unidades de investigação. As unidades de investigação coordenadas por mulheres tendem a apresentar proporções mais elevadas de investigadoras mulheres.

Atividade 3 - Entrevistas com informantes chave em posições de gestão de IES em todo o país


Descrição: Realização de entrevistas com informantes chave para recolher as suas perspetivas sobre como promover a igualdade de género nas suas Instituições. [Milestone 1b]

Resultados das atividades realizadas / em curso: Foram realizadas um total de 19 entrevistas individuais a uma amostra de líderes e mulheres académicas com cargos de gestão nas IES, visando compreender as diversas perspetivas sobre a igualdade de género no Ensino Superior e a disponibilidade para a promoção de medidas neste domínio. Todas as pessoas entrevistadas receberam previamente a Folha Informativa, em consonância com os objetivos pedagógicos que pautam este projeto de investigação-ação, e deram o seu consentimento informado para a realização da entrevista, que foi gravada, decorreu on-line e foi alvo de uma síntese. Todas as entrevistas foram transcritas, tratadas e alvo de uma análise preliminar que resultou na identificação de padrões e na sistematização de uma tipologia de posicionamentos das lideranças quanto à promoção da igualdade de género nas IES. Está prevista a realização de mais duas entrevistas a pessoas chave, a par das entrevistas realizadas nas IES dos estudos de caso (com um total previsto de 16 participantes em posições de liderança nestas entidades), cujos dados permitirão robustecer a análise qualitativa em curso e aprofundar outros temas e tendências já identificadas, nomeadamente ao nível dos percursos académicos e dos obstáculos e fatores facilitadores das carreiras numa perspetiva de género. Tendo por base a análise qualitativa em curso, desta recolha resultaram outputs científicos, relativos à:

  • Construção de uma tipologia de posicionamentos das Lideranças na promoção da Igualdade de Género (28 entrevistas):

    1. Esta tipologia permite-nos captar e discutir diferentes perceções e disponibilidades para promover e implementar medidas e planos de igualdade;

    2. Foram identificadas posições de resistência, apoio ou ambivalência relativamente à promoção da igualdade de género no Ensino superior e tidas em consideração as diferenças em termos das áreas disciplinares de formação das lideranças bem como as “culturas de género” das suas organizações.


  • Análise de percursos de Mulheres Académicas de sucesso (11 entrevistas):

    1. Em consonância com pesquisas anteriores e a revisão da literatura, as carreiras das mulheres bem-sucedidas no contexto académico foram pautadas por numerosos obstáculos no alcance posições de liderança e sucesso. Nesta análise foram consideradas as diferentes áreas científicas a que estas mulheres pertencem e a estrutura de oportunidades criada pela profunda transformação do panorama universitário português e europeu que teve lugar ao longo das últimas décadas.

Constatámos que a perceção da existência de um preconceito de género favorável aos homens aumentou ao longo das suas carreiras e especificamente quando começaram a ocupar posições de poder anteriormente dominadas pelos homens. Em contraste com os líderes académicos masculinos, as mulheres demonstraram uma maior necessidade de justificar as suas escolhas profissionais considerando o equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal.

Atividade 4 – I Webinar GE-HEI (First Interim Meeting)

Descrição: Foi realizado o I Webinar do Projeto GE-HEI, com o objetivo de apresentar e discutir os resultados preliminares encontrados. [Milestone 1c] O evento decorreu nos dias 16, 17 e 19 de novembro de 2020 e foi divulgado através do site oficial do projeto, do site do ISCSP, e do site, página do Facebook e da Newsletter do CIEG. Todas as sessões foram gravadas e os slides (em formato pdf) estão disponíveis neste site.

Resultados das atividades realizadas / em curso: Foram apresentadas duas comunicações da equipa no I Webinar do GE-HEI.

A primeira, dedicada à discussão dos dados quantitativos, intitulada “A brief portrait of the faculty and management bodies of Portuguese HEIs from a gender perspective” .

A segunda, dedicada à discussão dos dados qualitativos, intitulada “Perceptions on the promotion of GE in HEI”.

Os resultados preliminares revelaram a persistência de desigualdades de género nas Instituições de Ensino Superior, tornando-se essa desvantagem mais evidente no topo da carreira docente e nos cargos de direção máxima das IES. Foram também identificadas diferentes disponibilidades das lideranças académicas para a promoção de medidas de Igualdade de Género nas IES. Este evento contribuiu, ainda, para a constituição de uma rede de conhecimentos e discussão sobre o que se tem feito e como se pode promover a Igualdade de Género ao nível institucional e sistémico.

Atividade 5 - CaseStudy em quatro IES


Descrição: Realização de quatro CaseStudy em IES para compreender como as questões de igualdade de género se situam nas práticas e crenças organizacionais e culturais, como as questões de igualdade de género são percebidas e para ajudar a promover a mudança através do conhecimento e da reflexividade [Milestone 3].

Resultados das atividades realizadas / em curso: O planeamento das atividades relacionadas com os CaseStudy começou em outubro de 2019 e estava previsto darmos início ao trabalho de campo em março de 2020, precisamente no momento em que foi anunciada a Pandemia Covid-19 e o primeiro grande confinamento em Portugal. Face a esta situação foi necessário reajustar e adaptar a entrada nas IES e optar por um formato de contacto não presencial. Estas novas condições no terreno tiveram implicações a vários níveis, gerando um desfasamento temporal muito maior do que estava planeado.

Foram selecionadas quatro IES para a realização dos CaseStudy, tendo sido designada uma Ponto Focal em cada instituição para planear as atividades e solicitar dados específicos. Foram analisadas as bases de dados fornecidas pelas quatro IES, preparadas e realizadas Sessões Informativas para dar início aos estudos. A fase de recolha de dados decorreu à distância em todas as IES selecionadas, sendo realizadas ao todo 34 entrevistas individuais a lideranças de topo e intermédias e 12 grupos focais com docentes, discentes e pessoal não-docente. O CaseStudy na IES 1, decorreu numa Univ. Pública, Escola de Gestão e Economia e foi concluído em abril de 2022.

O CaseStudy na IES 2, decorreu num Politécnico Público, Escola de Engenharia e Tecnologia e foi concluído em maio de 2022. O CaseStudy na IES 3, decorreu numa Univ. Pública, Escola de Engenharia e foi concluído em outubro de 2022. O CaseStudy na IES 4, decorreu numa Univ. Pública, Escola de Ciências Sociais, Educação e Humanidades, e tem a conclusão prevista em fevereiro de 2023.

Nas primeiras três IES foram realizados workshops de devolução, para discutir as principais tendências encontradas e os dados recolhidos sobre a igualdade de género na respetiva instituição e a disponibilidade para o desenvolvimento de medidas. Na sequência desses três momentos de reflexão, todas as instituições manifestaram a vontade de dar continuidade ao trabalho realizado através de futuras colaborações com a equipa de investigação do CIEG. Neste momento está em curso a preparação do workshop do quarto e último estudo de caso, bem como a análise comparativa entre os quatro estudos e a triangulação de toda a informação recolhida através de outras fontes.

Os resultados encontrados serão apresentados através de outputs científicos e na Conferência Internacional do projeto.

Atividade 6 – II Webinar GE-HEI (Second Interim Meeting)



Descrição: Foi realizado o II Webinar do Projeto GE-HEI, com o objetivo de apresentar e discutir os resultados preliminares encontrados [Milestone 2]. O evento decorreu nos dias nos dias 2 e 4 de fevereiro de 2022 e foi divulgado através do site oficial do projeto, das Redes Sociais da Direção-Geral do Ensino Superior, do site do ISCSP, e do site, página do Facebook e da Newsletter do CIEG. Todas as sessões foram gravadas e estão disponíveis em https://www.youtube.com/watch?v=2QH5Vu7R54c (2 de fevereiro) e em https://www.youtube.com/watch?v=q2rETxFo1zg (4 de fevereiro).


Resultados das atividades realizadas/ em curso: Foram apresentadas duas comunicações no II Webinar do GE-HEI.

A primeira, dedicada à discussão dos dados quantitativos, intitulada “(Des)Igualdade de Género nas Instituições de Ensino Superior em Portugal e na Europa, principais tendências”.

E a segunda, dedicada à discussão dos dados qualitativos, intitulada “Perspetivas dos atores chave: Resultados preliminares de entrevistas realizadas a Líderes de Instituições de Ensino Superior, Mulheres académicas e estudos de caso”.

Este evento constituiu mais um constituiu mais um momento de comunicação e debate dos resultados encontrados no projeto, bem como de partilha de experiências numa rede de trabalho constituída por peritas e peritos nesta área de conhecimento. O painel de comentadores avançou generosamente com propostas de desenvolvimento dos dados apresentados na primeira sessão (dedicada aos dados quantitativos) e na segunda sessão (dedicada aos dados qualitativos). Ambas as sessões foram muito participadas e, pelo facto de terem decorrido online, alcançaram não só o público nacional como também contaram com participação internacional. Constituiu também um momento de reconhecimento da necessidade de investimento em políticas e de mais conhecimento na área da Igualdade de Género no Ensino Superior, para o qual este projeto dá um contributo fundamental.

Este Webinar II, contou com uma média de 55 a 60 participantes em ambas as sessões.

Atividade 7 – Desenvolvimento de critérios de igualdade de género e outros


Descrição: Esta atividade visa a recolha, sistematização e desenvolvimento de um conjunto de recomendações e guidelines para a inclusão de critérios e de uma perspetiva de igualdade de género no Ensino Superior [Milestone 5]. Nomeadamente, o desenvolvimento de recomendações sobre o estabelecimento de critérios de igualdade de género para a avaliação e acreditação de instituições de ensino superior e programas de estudo.

Resultados das atividades realizadas/ em curso: Em resultado das atividades desenvolvidas no âmbito do Projeto GE-HEI e do facto importante de a A3Es ser uma entidade parceira deste projeto, podemos aceder a dados relevantes, considerando o processo de acreditação e avaliação da IES e dos Comités de Coordenação dos Programas de Estudo da IES portuguesa, passando a dimensão de género a ser contabilizada. Os dados analisados permitiram-nos verificar desequilíbrios de género nas Equipas de Avaliação Externa (tanto nas direções como nas equipas como um todo) da A3Es e nas Equipas de Coordenação dos Programas de Estudo (tanto nas direções como nas equipas como um todo) das IES portuguesas. Estas conclusões levaram a A3Es, como parceiro deste projeto, a introduzir alterações relevantes. Nomeadamente, a A3Es começou a incluir os critérios de género na escolha das Equipas de Avaliação Externa (como um todo e para Presidentes) e a considerar a igualdade de género como critério para avaliar a qualidade das instituições, introduzindo também a igualdade de género como um domínio relevante no seu Programa Estratégico (para 2021-2024). Além disso, está também em curso a pesquisa de práticas e lições aprendidas no contexto internacional de modo a preparar guidelines e recomendações para as IES, a par da Folha Informativa do projeto (que foi alvo de divulgação em diversos canais de comunicação institucional e junto de atores chave do Ensino Superior).

Atividade 8 - Conferência Final GE-HEI


Descrição: Conferência Internacional do projeto GE-HEI, com o objetivo de apresentar e discutir os resultados encontrados no desenvolvimento das atividades previstas e realizadas.

Resultados das atividades realizadas/ em curso: Prevista realizar a 13 de fevereiro de 2023, estando em curso a preparação e organização do evento, nomeadamente a elaboração do programa, dos convites e dos outputs a apresentar.

Atividade 9 – Bilateral Meeting


Descrição: A Bilateral Meeting: GE-HEI – Gender Equality in Higher Education Institutions foi uma reunião entre os parceiros nacionais, o parceiro dos Estados Doadores e a Consultora do projeto na Islandia.


Resultados das atividades realizadas/ em curso: a equipa apresentou três comunicações e participou em duas discussões neste evento.

No primeiro dia foram discutidos:

  • “Major Themes in Gender and Higher Education Research” – A equipa participou com a comunicação The Changing Contexts of Gender Distribution in Portuguese HEI – Main findings e na mesa redonda Comparing the Gendering of HE Institutions in Iceland and Portugal; e

  • “From Policy to Practice” – A equipa participou com a comunicação Lessons learned and reflections about policy formulation and implementation in Portugal.


No segundo dia, sob o mote “Mitigating Resistances to Gender Equality in HE”, a equipa participou com a comunicação Resistance to GE promotion: arguments and counterarguments e na discussão Developing a Theory of Resistance to GE in Portuguese HE.


Este evento permitiu aprofundar como têm sido promovidas as medidas e estratégias de promoção da igualdade em IES em Portugal e noutros países; recolher lições aprendidas e fazer o diagnóstico dos principais desafios e necessidades do Sistema de Ensino Superior Português; e aumentar o conhecimento e permitir a comparação com as práticas de outros países, particularmente dos parceiros nacionais, do parceiro dos Estados Doadores e da Consultora do projeto.